Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

Como conseguir trabalhar na Coca-Cola em 2020?

Imagem
Em 2020 foi aberto no Brasil pela Coca-Cola um total de 56 vagas de emprego para vários Estados. Para saber se tem uma vaga de emprego para o setor que você pretende trabalhar basta enviar o seu currículo para o site do Coca-Cola Trabalhe Consoco. O procedimento é fácil de fazer, mas vale um tutorial para ter a certeza de que cadastrou tudo corretamente.



Como conseguir trabalhar na Coca-Cola em 2020?· Acesse o site oficial da Coca Cola· Ao clicar em Vagas você poderá consultar alguns detalhes sobre a empresa;· Clique sobre as oportunidades de emprego;· Escolha no banco de talentos o local de trabalho de acordo com a sua região;· As vagas são filtradas de acordo com a categoria. Pode ser setor administrativo, produção, marketing e outros. Selecione a que tem a ver com o a sua categoria profissional ou cargo pretendido;· Ao clicar sobre a unidade (São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul ou Rio de Janeiro) o candidato poderá conferi…

A Coca-Cola vai mesmo deixar o Brasil? O que aconteceu com as ameaças

Imagem
A Coca-Cola Company da FMSA está ameaçando parar a produção na zona de Livre Comércio de Manaus. A ameaça foi feita originalmente no governo de Michel Temer, quando a companhia ameaçou que se não trazer de volta os benefícios fiscais que a indústria de refrigerantes teve antes da greve dos caminhoneiros em maio, tudo estava acabado.
Alexandre Jobim, presidente da Abir (Associação Brasileira de fabricantes de refrigerantes) levou o assunto ao Presidente Temer pela primeira vez em junho.
A Associação representa 59 fabricantes de refrigerantes, entre eles Coca-Cola, Inbev e Pepsi. Eles estão ameaçando cortar 15.000 empregos porque temem um R $ 6 bilhões (US $ 1,5 bilhão) em vendas, no caso de Temer não reverter o corte de quebra de impostos.
A sede da Coca-Cola nos EUA quer esta situação resolvida até o final deste ano, e os insiders dizem que espera um projeto de lei estabelecendo o imposto sobre produtos industrializados de 15%, antes do mandato de Temer terminar.


O governo, por outro…